OUÇA O NOVO HINO DE ANDERSON FREIRE E GISELE NASCIMENTO!! IMPACTANTE!! CLIQUE AQUI:

Header Ads

FIQUE DE OLHO NA NOVIDADE!! KEMILLY SANTOS - O JOGO VIROU" IMPACTANTE!! CLIQUE AQUI:

SEJA ABENÇOADO (A), CURTA NOSSO FACE! CONFIRA!!




Após chamar gays de pervertidos Pastor é preso


NOVIDADE DEZEMBRO 2018! NOVO LOUVOR DE ALINE BARROS! CLIQUE AQUI:

Pastor Oscar Bougardt. (Foto: Mamba Online) - Gospel Prime
Segundo do site Gospel Prime O pastor Oscar Bougardt, líder da Igreja Calvary Hope, na Cidade do Cabo, África do Sul, foi sentenciado a 30 dias de prisão e multa de 500 mil rands, cerca de 140 mil reais. O motivo são seus comentários públicos sobre o comportamento homossexual.

O Tribunal da Igualdade na Cidade do Cabo, presidido pelo juiz Lee Bozalek, considerou que ele cometeu “desacato ao tribunal” após ter ignorado a ordem judicial que o proibia de fazer comentários antigays.

No entendimento de Bozalek, os comentários de Bougardt “instilavam o ódio e eram claramente discriminatórios”. O pastor já havia sido processado pela Comissão de Direitos Humanos da África do Sul em 2014, após ter feito declarações antiLGBT. Na ocasião, não cumpriu pena por ter assinado um acordo, onde se comprometia a parar de fazer comentários considerados “homofóbicos”.

Como ele recentemente disse que os gays são “pervertidos” e defendeu a criminalização de suas práticas, o entendimento da corte é que ele violou o acordo.

As declarações do líder religioso foram feitas quando Bougardt comentava sobre a seca que afeta a Cidade do Cabo nos últimos 3 anos. Ele a atribuiu à “maldade crescente, a homossexualidade, além dos líderes de igrejas que não pregam a Bíblia e nem condenam a abominação sodomita”.

Em janeiro de 2017, Bougardt disse em uma entrevista ao canal News24: “Por que devemos ser tolerantes com seu estilo de vida criminoso? Eu estou dizendo isso porque está provado que 99% dos pedófilos têm estilo de vida homossexual”.

Por causa disso, Bozalek reabriu o processo contra Bougardt e disse que o pastor devia saber que haveria consequências legais se insistisse na sua postura. Na sentença o juiz afirmou que: “Essas declarações não apenas desumanizam gays e lésbicas, mas também promovem o ódio contra eles, sugerindo o apedrejamento”.

A África do Sul é o único país africano que permite casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Nenhum comentário

NOVIDADE!! NOVA MÚSICA DO FERNANDINHO 2019!! CLIQUE AQUI: